31 de mai de 2009

(Pré)Conceitos

Em abril deste ano presenciamos um fenômemo na internet; o vídeo de Susan Boyle no programa Britain's Got Talent. Todos vimos esse vídeo ou pelo menos ficamos sabendo do seu conteúdo, eu particularmente assisti inúmeras vezes e sempre me emociono (sim, eu sou chorona). Susan chegou ao programa desacreditada, todos riram dela e hostilizaram-na, e o pior é que não foi porque ali estava uma ex-ladra ou alguém sem caráter, mas por sua aparência; por se tratar de alguém que não atendia ao "padrão anoréxico-butolínico-siliconado etc" de beleza dos dias de hoje. O que me emociona é que em momento algum ela se deixou abater pelo cinismo de todos, manteve-se humilde e fez o que estava ali para fazer, cantou divinamente uma canção do musical "Les Miserables" e calou a boca de todos que acharam que ela seria apenas mais uma que "pagaria mico". Apaixonei-me por Susan, sua simpatia, humildade, talento, carisma; queria ela pra mim, achei-a muito fofa rs. Na minha opinião esse foi um grande sinal de alerta para todos nós, foi a materialização perfeita daquele ditado que diz para não julgarmos um livro pela capa.
Ontem foi a final do programa e todos que acreditavam na vitória certa de Susan ficaram decepcionados, quem levou o prêmio de 100 mil libras foi o grupo de dança Diversity. Susan ficou em 2º lugar, mas para muitos ela é a grande vencedora (comprarei todos os cds dela rsrs).
A grande lição que fica para todos nós é que está mais do que na hora de revermos nossos valores e conceitos, ou melhor, nossos pré-conceitos, que são grandes vilões, pois sempre nos roubam ótimas oportunidades de conhecermos coisas, assuntos, pessoas etc, que poderiam fazer uma grande diferença na nossa vida.
Mente aberta, sempre!.

Planeta: Terra
Século:XXI

Nenhum comentário:

Postar um comentário